CCN UnB
CCN
Centro de Convivência Negra
Visita dos Estudantes Africanos na Embaixada da Argélia
Cotistas no julgamento das cotas no Supremo Tribunal Federal
Grupo do Programa Afroatitude da UnB

União dos Estudantes Africanos

BLOG SITE DO UEAB

 GALERIA/FOTOS

A primeira apresentação da África nas Escolas - Ceilândia

GRUPO DE APRESENTAÇÃO CULTURAL E CIENTÍFICA SOBRE A ÁFRICA NAS ESCOLAS PÚBLICAS DO DISTRITO FEDERAL E ENTORNO

 

 

Com base na Lei 10.639/2003 que torna obrigatório o ensino de História e Cultura Afro-Brasileira em todas as escolas brasileiras, públicas e particulares, do ensino fundamental até o ensino médio. Além disso, essa lei inclui o Dia da Consciência Negra no calendário escolar. 

Infelizmente, como é do conhecimento geral, a lei ainda não está sendo cumprida na maior parte das escolas, pelo fato de ser notória a falta de livros didáticos e de investimento na formação dos professores. 

Embora tenha havido cursos e especializações sobre história da África e cultura afro-brasileira, mas muito pouco pela demanda de professores que necessitam de capacitação. 

Atendendo a tal fato, proposta desta aula, é de discutir no primeiro momento a construção da imagem de África pelos meios de comunicação, relacionando essa mesma África, estereotipada muitas vezes associadas a África - a fome, os conflitos, a pobreza, escravidão, as doenças como a SIDA e a malária, o continente é dos mais naturalmente ricos e belos no planeta.

 

OBJETIVO GERAL 

 Desconstruir os mitos apresentados sobre a África na grande mídia, através de imagens e relatos de estudantes africanos. Constatar a atual realidade africana. 

OBJETIVOS ESPECÍFICOS 

 Situar a África como um continente dividido em países com línguas e culturas diversas, assim como são: a Europa, a América e a Ásia. Este é um dos primeiros passos para desmontar a visão de que todos são iguais e, portanto se precisa ser específico em relação aos africanos. 

Apreciar e reconhecer o poder dos africanos, pela presença que se traduz em força, ousadia, astúcia, sabedoria, engenhosidade, criatividade, autenticidade e inteligência na formação do povo brasileiro; 

Fazer de conhecimento do público estudantil o poder da oralidade na cultura africana e o reflexo dela no cotidiano brasileiro, por vezes se confundindo sem saber o que é africano ou o que é brasileiro.

 

  LISTA DAS PROXÍMAS APRESENTAÇÕES
ESCOLA DE GAMA
 DATA: 16/10/2012                                                   
MANHÃ
Lusibetty Euzébio Trigueiro de São Tome e Príncipe                                                                                                          
Martin Fonkoua de Camarões
TARDE
Virginia Kagure Wachira de Quênia
Gilberto Song de Camarões
                                                                          ESCOLA DE SETOR LESTE
DATA: 18/10/2012

MANHÃ

 Carlos Simba de Angola
  Hernany dos Reis de Cabo Verde         
TARDE
Rino Ademar Pereira da Guiné-Bissau
Jonathan Fumupamba Sasakanda e Gislene de Cogo

 

 
 

Música, dança folclórica, documentário, comidas típicas e moda são as atrações da África brasileira, evento que celebra a diversidade cultural, o colorido e a alegria deixados em nosso país pelos africanos, que acontece no Museu Nacional da República, na noite de 5 de Outubro (sexta-feira), sob a coordenação de Antonio Carlos Maranhão.
Realizado pela Casa da Cultura da América Latina e Decanato de Extensão da UnB, em parceria com o Museu Nacional, o Projeto Sarau tem o objetivo de promover a integração das artes dando prioridade aos trabalhos produzidos pelos artistas do Distrito Federal. O evento, que possui temáticas diversificadas, já levou aos dois auditórios do museu uma média de 1.000 espectadores, desde seu lançamento em abril de 2011.


Desta vez, o público vai contar, na área externa, com a barraquinha de acarajé de Ana Akini e exposição de doces, vinhos, quadros e artesanato produzidos pela comunidade do Quilombo Mesquita, povoado localizado a 8km de Cidade Ocidental, onde 300 famílias remanescentes dos quilombolas cultivam marmelo, goiaba, laranja, cana de açúcar e mandioca; mantêm uma pequena indústria artesanal de marmelada e goiabada e produzem caixinhas, biscoitos e tapetes, que são comercializados em feiras da região.
Outra atração que vem do Mesquita é o grupo de Catira (ou cateretê) dança do folclore brasileiro cujo ritmo musical é marcado pela batida dos pés e mãos dos dançarinos. Com influências indígenas, africanas e europeias, tem coreografia executada na maioria das vezes por homens e pode ser formada por seis a dez componentes e mais uma dupla de violeiros, que tocam e cantam a moda. Típica do interior do Brasil, é executada, principalmente, no norte do Paraná, Mato Grosso, Minas Gerais, Goiás, interior de São Paulo e Mato Grosso do Sul.


Integrantes da União dos Estudantes Africanos de Brasília vão apresentar duas danças tradicionais: a puíta, de São Tomé e Príncipe e a Funana, de Cabo Verde. O coreógrafo e bailarino, Júlio César Pereira, da Companhia Experimental de Dança Negra Contemporânea Mário Gusmão, exibirá um recorte do espetáculo Bata-Kotô, que fala do massacre de quatro estudantes no bairro de Soweto, na África do Sul, em 16 de junho de 1976.


No auditório será exibido o vídeo-instalação Liga da língua (2003, 19 minutos), de Renato Barbieri e Fabiano Maciel, que mostra o poder da linguagem como forma de preservar a identidade cultural de uma nação. O trabalho apresenta oito países (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé/Príncipe e Timor Leste) localizados em quatro continentes falando, cantando e refletindo o que têm em comum: a língua portuguesa.


A cantora brasiliense, Cris Pereira, ex-integrante do grupo Batucada de Bamba, fecha a noite com sua voz temperada de suavidade e um repertório musical com raízes fincadas no samba. Um desfile de Capulanas, espécie de saia usada pelas mulheres em países africanos de origem portuguesa, mas, que pode ser utilizada para cobrir o tronco e a cabeça, produzidos por Santinha Moda Afros, com apoio das Embaixadas de Angola e Moçambique, completa o evento.

Projeto: Sarau África brasileira
Dia: 5 de outubro de 2012 (sexta-feira)
Local: Auditório 1, do Museu Nacional da República (Esplanada dos Ministérios

 

 

Embaixadas Africanas no Brasil

 

Postado por admin em Embaixadas Africanas no Brasil, Representações Diplomáticas

Embaixadas Brasileiras na África

África do Sul Embaixada em Pretória (Brazilian Embassy) FUSO HORÁRIO: +5 Endereço: END. FÍSICO: Hillcrest Office Park, Woodpecker Place, First Floor, 177 Dyer Road, Hillcrest, Pretoria, GA 0083 South Africa ENDEREÇO POSTAL: SUITE 91, PRIVATE BAG X1, MENLO PARK, GA 0102 SOUTH AFRICA Contatos: (002712)366-5200 ...

Leia Mais

 

Postado por admin em Embaixadas Africanas nos EUA, Representações Diplomáticas

Embaixadas Africanas nos EUA

BOTSWANA (República de Botswana) Data Nacional: 30 de setembro SE Sr. Lapalogang Caesar Leokoa Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário 13/09/04 Embassy of the Republic of Botswana 1531-3, New Hampshire Av. NW, Washington D.C. 20036, EUA, site www.botswanaembassy.org Tel: (202)...

Leia Mais

Postado por admin em Embaixadas Africanas no Brasil, Representações Diplomáticas

Embaixadas Africanas no Brasil

ÁFRICA DO SUL (República da África do Sul ) Data Nacional: 27 de abril Embaixada da República da África do Sul SES Avenida das Nações quadra 801 lote 6 CEP: 70.406-900 – Brasília / DF Tel: (61) 3312-9500 Fax: (61) 3322- 8491 Site: www.africadosul.org.br E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.">O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo....

Leia Mais

 

Postado por admin em Embaixadas Cumulativas – Brasil e África, Representações Diplomáticas

Embaixadas Cumulativas – Brasil e África

COMORES (União de Comores) Data Nacional: 6 de julho Embaixador a ser designado Embaixada brasileira na África do Sul (responsável pela cumulatividade com Comores) Hillcrest Office Park Woodpecker Place, First Floor 177 Dyer Road, Hillcrest Pretória, GA 0083 – South Africa PO BOX:...

Leia Mais

 

Postado por afrochamber em Consulados Africanos em São Paulo, Representações Diplomáticas

Consulados Africanos em São Paulo

AFRICA DO SUL (Consulado Geral) (27/10/2008) Sr. Yusuf Omar, Cônsul-Geral Av.Paulista, 1754, 12º andar – CEP: 01310-920 – SP Tel: 3285-0433 – 3265-0449 – fax: 3285-1185 Horário:09h às 12h (ao públ.) E-mail: polí O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.">O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. Site:www.africadosulemb.org.br ou www.africadosul.org.br CABO...

Leia Mais

Postado por afrochamber em Embaixadas Cumulativas, Representações Diplomáticas

Embaixadas Cumulativas

EMBAIXADAS AFRICANAS CUMULATIVAS SEDIADAS em Washington A Embaixada do Benin em Washington é cumulativo com o Brasil (República do Benin) Data Nacional: 1º de agosto SE Sr. Lucien Edgar Tonoukouin Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário 05/09/95 Embassy of the Republic of Benin 2737 Cathedral...

Leia Mais

 

1º ENCONTRO DOS ESTUDANTES AFRICANOS EM BRASÍLIA

A Universidade de Brasília (UNB) e o Centro de Convivência Negra (CCN) em parceria com os estudantes africanos organizam o 1º Encontro dos estudantes africanos em Brasília. Esse evento busca reunir todos os estudantes e pesquisadores (as) africanos (as) e pessoas interessadas às questões africanas, para discutir diversas problemáticas do continente. O encontro conta também com a participação da Assessoria de Diversidade e Apoio aos Cotistas (ADAC), o Nucléo de Promoção da Igualdade Racial (NEPIR) e as Representações diplomáticas africanas no Brasil. Segue a progamação do evento.